fbpx
Educação

Você sabe o que é  pedagogia da escuta na educação infantil?

Por 10 de outubro de 2018 junho 10th, 2019 Sem comentários
pedagogia da escuta

Você sabe o que é Pedagogia da Escuta?

Confira no post a seguir um pouco mais sobre a corrente pedagógica que pode transformar a escola e o mundo.  E como isso pode ser aplicado na sua rotina escolar, otimizando o aprendizado dos alunos.

Boa leitura!

 

Origem da Pedagogia da Escuta

A Pedagogia da Escuta teve sua origem durante o século XX, logo após a Segunda Guerra Mundial, quando o pedagogo Loris Malaguzzi introduziu uma série de práticas educativas nas escolas públicas da província de Reggio Emilia, no norte da Itália.

Segundo o educador, as crianças possuem “Cem linguagens”, ou seja, uma multiplicidade de maneiras de expressar suas experiências, por meio da escrita, da oralidade, da corporeidade, da música, das artes plásticas, entre outras.

E é a partir do que o educando traz para a escola, obtido em suas vivências cotidianas, que o projeto pedagógico deve ser construído.

Por isso, para Malaguzzi, cabe ao professor estar atento ao que o aluno mostra e à forma como ele comunica-se com as outras crianças e com os adultos que estão em seu entorno.

Só assim é possível promover o desenvolvimento completo do sujeito, abrangendo as esferas racional e emocional que o compõe.

 

Principais características

Abaixo indicamos as principais características da Pedagogia da Escuta:

  • Considera a pluralidade e a complexidade dos alunos;
  • Apoia a diversidade ao valorizar as diferenças;
  • Propicia o máximo de experiências aos educandos por meio de práticas diversas;
  • Estimula várias formas de comunicação como dança, desenho, texto, etc.;
  • Promove o desenvolvimento da autonomia da criança;
  • Valoriza a liberdade de expressão de todos os envolvidos na aprendizagem;
  • Gera um sistema de retroalimentação, a partir de avaliações constantes;
  • Mantém a criança atuante em todo o processo ensino-aprendizagem;
  • Entende a afetividade como integrante essencial das relações na escola;
  • Estabelece um elo entre o ambiente escolar e a família.

 

Além do que está citado acima, a Pedagogia da Escuta tem como eixo central a prática da documentação pedagógica, ou seja, o educador ao observar e escutar seus alunos anota tudo que percebe para que as informações sejam utilizadas na construção dos projetos educacionais.

 

A Pedagogia da Escuta na prática

Na prática, portanto, esse modelo pedagógico preocupa-se com o que as crianças trazem e realizam na escola – a partir de suas experiências individuais – e, dessa forma, professor e alunos constroem um projeto no qual o uso da imaginação, da criatividade e da curiosidade promovem a aprendizagem esperada, tanto das crianças como dos adultos envolvidos.

Destacamos que há ainda uma importância em utilizar práticas lúdicas ao longo de todas as atividades, pois assim o imaginário e a realidade se misturam ampliando as vivências dos educandos para situações novas e não padronizadas, por meio das quais eles podem expressar-se livremente.

Ao professor, durante todo o processo, é preciso observar o aluno e, mais do que isso, ele precisa ser sensível, empático e disposto a escutar as questões relevantes para as crianças.

 

A escola como local de transformação  

Consequentemente, como resultado do uso da Pedagogia da Escuta, a criança é capaz de construir o sentido de tudo que lhe é apresentado na escola.

Seu aprendizado, portanto, é mais eficiente, uma vez que é orientado para suas necessidades enquanto indivíduo singular, múltiplo e complexo.

Junto a isso, o aluno transfere aquilo que aprende para fora do espaço educacional e atua diferentemente na sociedade que integra, transformando-a e desenvolvendo-a a partir de um outro olhar, bastante importante no contexto atual no qual a diversidade de comportamentos e anseios precisam ser mais bem aceitas e valorizadas.

 

Está gostando dos artigos da Smart? Se inscreva em nossa newsletter e fique informado, sempre!

 

×