fbpx
Educação

O que são soft skills e como trabalhar em sala de aula?

Por 18 de dezembro de 2019 Sem comentários
Soft Skills

Você já ouviu o termo soft skills? Estas habilidades comportamentais têm sido cada vez mais valorizadas na sociedade atual, principalmente no mercado de trabalho. Mas por que devem ser desenvolvidas desde a infância? Quais os benefícios que trazem para as crianças?

Na sequência, explicamos  o que são e indicamos algumas práticas que podem ser aplicadas na sua sala de aula visando desenvolvê-las em seus alunos.

O conceito de soft skills

Um conceito bastante aceito para tais competências é que são um conjunto de habilidades relacionadas ao comportamento humano e que são transversais, ou seja, relacionam-se a vários conteúdos.

Portanto, as soft skills diferem-se das hard skills, pois as últimas são obtidas a partir de aprendizados técnicos e de conteúdos específicos.

Por exemplo, para aprender a escrever é preciso treinar, bem como conhecer a gramática e técnicas de escrita. Para aprender a fazer cálculos matemáticos deve-se, primeiramente, conhecer uma infinidade de regras e saber como aplicá-las. E tudo isso é aprendido em aulas específicas como português e matemática.

Porém, as soft skills são adquiridas a partir de experiências práticas, de forma multidisciplinar, ou seja, aliando o conhecimento de diferentes áreas.

Além disso, como qualquer capacidade elas são passíveis de serem desenvolvidas, por todos. Basta utilizar abordagens e treinamentos adequados que, aos poucos, elas vão sendo conquistadas.

Uma diversidade delas

Confira abaixo uma lista com várias das soft skills mais valorizadas na sociedade contemporânea, principalmente no ambiente profissional.

  • inteligência emocional;
  • ética;
  • liderança;
  • tomada de decisão;
  • persuasão;
  • resiliência;
  • foco;
  • proatividade;
  • empatia;
  • criatividade;
  • boa comunicação;
  • flexibilidade;
  • boa resolução de conflitos;
  • paciência;
  • positividade;
  • autocontrole.

Como você pode ver, elas são muitas e diversificadas. E vale ainda lembrar que embora seja mais comum associá-las ao mercado de trabalho, elas são fundamentais para viver em sociedade, de maneira geral.

Quando o sujeito possui muitas dessas soft skills consegue manter melhores relacionamentos interpessoais, alcançar metas e conquistar seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Por que devem ser desenvolvidas desde a infância?

Todos sabemos que a infância é um momento ideal para a construção de hábitos e atitudes para uma vida toda, não é mesmo? Só isto já é um ponto a se considerar motivo para começar a trabalhar tais competências com as crianças.

Porém, como as soft skills são obtidas a longo prazo, pois exigem bastante treinamento, prática diárias de resolução de conflitos e interações sociais constantes, nada melhor do que iniciar esse processo o quanto antes. Ou seja, mais uma razão para aplicá-las durante a educação infantil e, depois, continuar aprimorando-as.

Práticas para trabalhar as soft skills na sala de aula

Em geral, podemos considerar que práticas que exigem trabalho em equipe e resolução de conflitos, bem como promovam a autodescoberta, são ótimas para o desenvolvimento das soft skills.

Mas diante dessa informação, é fato que existe uma infinidade de possibilidades. Por isso, apenas à título de exemplo, apresentamos algumas na lista abaixo:

  • atividades artísticas coletivas como dança e teatro;
  • práticas artísticas como desenho e pintura;
  • aprendizado de instrumentos musicais;
  • oficinas de culinária;
  • debates e mesas redondas;
  • projetos multidisciplinares e voltados para a comunidade externa;
  • participação em jogos e esportes coletivos;
  • práticas de autoconhecimento como meditação;
  • construção em equipe de materiais e conteúdos sobre temas variados.

Finalmente, o que deve ser sempre levado em conta é que as soft skills capacitam as crianças a descobrirem suas identidades e lugar no mundo. Consequentemente, tornam-se cidadãos mais capazes de refletir sobre a sociedade que integram, além de agirem em prol da mesma, de maneira ética e responsável.