fbpx
Educação

Interdisciplinaridade na Educação Infantil

By 31 de maio de 2018 maio 31st, 2019 No Comments
interdisciplinaridade na educação infantil

O ambiente escolar precisa, cada vez mais, de olhares diferenciados sobre o processo ensino-aprendizagem, de maneira que professores e alunos estejam em sintonia uns com os outros e com o mundo que integram.

Dentre as possibilidades de auxílio nesse processo de desenvolvimento da criança destaca-se a interdisciplinaridade.

A seguir, falaremos um pouco mais sobre a sua relevância para a educação infantil. Confira!

Objetivos da Educação Infantil

A Educação Infantil é a fase inicial da Educação Básica e representa, em geral, o primeiro contato que a criança tem com o mundo externo ao de sua casa, distante de pais e familiares.

Essa etapa educacional ocorre entre os 0 e 6 anos de idade e tem como objetivo principal incentivar o aluno a conhecer o novo mundo do qual ele faz parte, através de uma série de experiências promovidas no ambiente escolar.

Abaixo apresentamos outros objetivos associados a esse momento na vida do educando:

  • conhecer mais de si mesmo;
  • estabelecer vínculos com outras crianças e adultos;
  • aprender e utilizar as diferentes linguagens;
  • saber como expressar-se e demonstrar emoções;
  • adquirir autonomia para agir diante do mundo que integra;
  • descobrir sua cultura e as práticas a ela relacionadas.

Para atingir tais intenções, a interdisciplinaridade surge como uma ferramenta que fornece suporte aos professores e ajuda no processo de desenvolvimento do aluno.

O que é Interdisciplinaridade?

Os estudos acerca da interdisciplinaridade começaram a ser desenvolvidos e divulgados primeiramente na França e na Itália durante a década de 1960.

Em pouco tempo as reflexões a ela vinculadas foram trazidas para o Brasil, ainda no final dos anos 60.

Na sequência, o tema foi incorporado ao discursos educacionais do país e passou a orientar a legislação, bem como o estabelecimento de planejamentos e projetos nos ambientes de ensino.

Podemos conceituá-la como um princípio pedagógico que busca integrar as várias disciplinas e conteúdos presentes nos currículos escolares.

Isto porque ela compreende o processo de desenvolvimento do aluno como algo complexo e dinâmico, o qual precisa de associações dos diversos conhecimentos e não de fragmentações, como era corrente na educação tradicionalista.

O professor e a interdisciplinaridade

É preciso destacar que o professor num ambiente de práticas interdisciplinares precisa de um comportamento específico.

Ele não deve ser um expositor de conteúdos, mas sim um orientador das crianças nas suas descobertas.

Por meio desse novo olhar educacional, os alunos são os responsáveis pela construção de seus saberes, a partir de trocas e diálogo com os colegas e com os professores.

E, mais importante, a partir de suas experiências vividas dentro e fora do contexto escolar.

Nesse sentido, cabe ao professor mediar as relações e observar as crianças a fim de perceber quais conteúdos devem ser trabalhados e em quais momentos.

Além disso, é essencial que compreendam as realidades socioculturais de cada um de seus alunos.

Interdisciplinaridade e Educação Infantil

Uma questão importante da interdisciplinaridade quando aplicada aos alunos da Educação Infantil, é que ela precisa estar vinculada à ludicidade. Isto porque já se sabe o quão relevante são as práticas lúdicas na promoção do desenvolvimento da criança entre 0 e 6 anos.

É por meio de jogos e brincadeiras que esse alunos ampliam capacidades como criatividade, sensibilidade, afetividade e, ainda, conhecem mais sobre o mundo do qual fazem parte.

Portanto, na Educação Infantil, é preciso integrar os diversos assuntos curriculares brincando, estimulando a curiosidade das crianças e fazendo-as refletir sobre suas experiências, construindo assim um saber completo, integrado e adequado ao desenvolvimento delas.

Caso você queira compartilhar suas ideias ou tenha alguma dúvida sobre a relação entre Interdisciplinaridade e Educação Infantil, deixe-nos seu comentário a seguir!