fbpx
Dicas

Educação inclusiva: o que é como sua escola pode se adaptar

Por 9 de maio de 2020 One Comment
Educação Inclusiva nas escolas

Garantir a educação inclusiva é uma necessidade para as escolas brasileiras. Mas o que ela é e o que pode ser feito para que sua instituição forneça um ensino de qualidade a todos os alunos e as suas respectivas singularidades?

O que é educação inclusiva?

A principal característica da educação inclusiva é considerar a singularidade de cada aluno como uma riqueza.

Ela parte do princípio de que todos somos diferentes e que essa diversidade é sempre uma possibilidade para aprendizado, já que este ocorre por meio da colaboração e do compartilhamento de experiências e vivências entre educandos e professores.

Mais uma característica essencial da educação inclusiva é partir da compreensão de que todos os alunos têm o direito à educação e de que esta deve servir para formá-los integralmente.

Dessa forma, garante-se o sucesso deles nas esferas profissional e pessoal por meio do desenvolvimento de suas potencialidades.

Portanto, a maneira de intervir da educação inclusiva é adaptando as práticas educativas às necessidades dos  alunos, pois apenas assim é possível propiciar oportunidades a todos. Afinal, uma prática pedagógica generalizada não consegue dar conta das especificidades dos sujeitos.

Finalmente, salientamos que a educação inclusiva destina-se a quaisquer alunos com transtornos de aprendizagem, deficiências, autismo e superdotação.

O contexto brasileiro da educação inclusiva na educação infantil

Inicialmente, precisamos relembrar que a educação infantil tornou-se um direito a todas as crianças brasileiras a partir da constituição federal de 1988.

Porém, neste período a educação inclusiva ainda não era uma importante pauta de debate na área educacional e a educação, de maneira geral, era segregacionista e excludente.

Vale salientar que durante muitos anos alunos com deficiência, por exemplo, não podiam frequentar as escolas convencionais ou, quando o faziam, não participavam das turmas com os outros alunos, sendo destinadas a eles turmas específicas.

Mas a partir da preocupação de diversos educadores, a Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional (LDB) de 1996 estabeleceu que a educação infantil deveria se reorganizar para ser garantida também a alunos com necessidades especiais.

Alguns anos mais tarde, em 2001, o Ministério da Educação (MEC) publicou o  documento “Estratégias e orientações para a educação de crianças com necessidades educacionais especiais”, fornecendo referências para a reorganização curricular na educação infantil.

Finalmente, em 2003, de forma mais ampla, o Brasil instituiu a obrigatoriedade de todas as escolas aceitarem alunos com necessidades especiais.

Na sequência, em 2007 determinou-se legalmente que como a educação infantil é a etapa base para a construção posterior do conhecimento, bem como é essencial para o desenvolvimento integral da criança, a inclusão precisa acontecer já nesse nível de ensino.

O documento que garantiu o citado acima foi a “Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva”.

Dois anos depois, em 2009, foram estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) diretrizes curriculares para a educação infantil com adaptações e pressupostos da educação inclusiva.

Enfim, após muitas lutas e debates, atualmente a educação infantil é um direito a todas as crianças entre 0 e 5 anos e 11 meses, assim como a inclusão de alunos com diferentes necessidades é uma obrigatoriedade já nessa etapa educacional.

Como sua escola pode se adaptar?

A partir do exposto anteriormente, portanto, é de extrema importância que a sua escola adapte-se, visando possibilitar a inclusão de todos e garantir a qualidade de ensino para os educandos.

Na sequência elencamos algumas estratégias que podem ser utilizadas nesse sentido:

  • promoção de cursos sobre o assunto para os professores;
  • investimento em infraestrutura adaptada na escola;
  • investimento em recursos pedagógicos especializados;
  • uso de tecnologias para auxílio dos alunos e dos docentes;
  • realização de debates e palestras sobre o tema na escola;
  • aproximação com psicólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas;
  • sensibilização das famílias, alunos e funcionários da escola sobre a diversidade.

E, principalmente, a comunidade escolar deve valorizar as diferenças, organizando projetos e práticas educativas em que a singularidade de cada aluno possa servir para o aprendizado dos outros e para uma rica construção do conhecimento pautada no compartilhamento.

Assim, uma vez implementadas as ações acima indicadas, é possível garantir tanto o acesso como a permanência de alunos com necessidades diferenciadas na sua escola e, enfim, promover uma educação integral de qualidade para todos.

Se você quer receber mais conteúdos sobre educação cadastre-se na nossa newsletter!

 

Um comentário

  • Scotty disse:

    Hello sistemasmartcare.com.br,
    I hope this email finds you well, I’m writing this email to brief you about the perks of using our product for neck pain named as NeckBc.
    Just one day of labour is more than enough to do hurt to your neck pain, irritation and posture problems that could last for up to weeks.
    Whether it’s working 9-5, studying, working out at the gym, or simply browsing through your social media page, it’s easy to lose consciousness of where your head’s heading…
    Before you know it, you’re merely centimeters away from your screen, back slouched forward, overworking things at the fitness centre, doing all that makes your neck scream!
    Worse, you’ve been doing this for hours and now your neck hurts, burns.
    Designed like a head pillow, this 3-mode smart electric neck massager completely replaces conventional manual massagers.
    Now portable, simply bring this miracle-worker out, regardless of where you are, for a short 15-minute relaxation that your neck will definitely love you for!
    See it here: neckbc.com . It is currently sold at a 50% discounted price even at its affordable price.

Deixe uma resposta