fbpx
Gestão

Dicas para otimizar o fluxo de caixa

Por 18 de outubro de 2018 junho 18th, 2019 Sem comentários
dicas-otimizar-fluxo-caixa

Quando se fala em gestão financeira, o fluxo de caixa é um tema recorrente e sabe-se que a otimização do mesmo pode garantir a saúde financeira da instituição.

Por isso, mostramos algumas dicas sobre como otimizar o fluxo de caixa da sua escola. Confira!

 

Vantagens ao otimizar o seu fluxo de caixa

Antes de apresentarmos as dicas para otimizar o fluxo de caixa, identificamos algumas das vantagens decorrentes de um controle financeiro adequado sobre a entrada e saída de valores do caixa de sua escola.

  • permite a reflexão sobre quaisquer ações financeiras posteriores;
  • possibilita a projeção de gastos;
  • possibilita a projeção de investimentos;
  • permite a identificação da sazonalidade da instituição.

 

Mas o principal benefício, é provavelmente a estabilidade e a capacidade para expansão que uma escola obtém a partir da otimização de seu fluxo de caixa.

Na sequência indicamos 5 dicas para que você tenha um bom controle financeiro de sua escola.

 

  1. Registro adequado de todas as entradas e saídas

Um registro adequado significa, primeiramente, que qualquer transação financeira que é realizada na escola precisa ser anotada.

E, de preferência, no exato momento em que ocorre, com a anotação da data, inclusive.

Além disso, os dados precisam ser registrados de maneira clara para que sejam facilmente compreendidos pelos responsáveis pelas finanças da instituição ou outros integrantes da equipe que atuam proximamente ao gerenciamento financeiro.

 

  1. Classificação dos gastos e recebimentos

A classificação dos gastos e recebimentos é uma maneira de melhor organizar os valores que compõem o fluxo de caixa.

Existem várias formas de categorizar as informações. Indicamos alguns tipos de classificação possíveis:

  • recebimentos à vista;
  • recebimentos a prazo;
  • salários;
  • despesas extra orçamentárias;
  • pagamentos fixos;
  • material didático.

 

  1. Controle financeiro periódico

É essencial que se estabeleça uma periodicidade para realizar o controle financeiro do caixa.

E o ideal é que não haja uma distância muito grande entre uma conferência e outra.

Normalmente, as frequências semanal ou mensal são indicadas e cumprem com os objetivos de um bom controle financeiro.

Mas, além desse período estipulado, é também indicado que ao final de cada dia de trabalho seja feita uma verificação, mesmo que mais simples, de todas as transações efetivadas na data em questão.

 

  1. Planejamentos financeiros

Junto a questão do controle financeiro, a sua escola deve construir um planejamento para o período intermediário às conferências.

Dessa forma, ao término de cada momento é possível comparar se os objetivos na área das finanças foram alcançados ou não.

Na sequência, pode-se avaliar os pontos positivos e negativos do período, criar estratégias para melhorar a qualidade das práticas desenvolvidas e compreender a situação financeira real em que a empresa se encontra.

Além disso, construindo também planejamentos de longo prazo, de um ano por exemplo, descobre-se a sazonalidade do mercado educacional e, consequentemente, os melhores momentos para poupar, investir, realizar marketing, entre outros.

 

  1. Uso da tecnologia

Uma forma de facilitar o trabalho dos gestores financeiros é utilizar recursos tecnológicos.

Estes podem ser planilhas automatizadas ou softwares de gestão, por exemplo.  

Citamos algumas das vantagens possibilitadas por tais recursos:

  • processo de inserção de informações rápido;
  • ausência da necessidade de trabalhar com cálculos;
  • agilidade na etapa posterior de análise dos dados;
  • registro dos dados em ambientes seguros, evitando a perda dos mesmos.

 

Em resumo, a tecnologia torna-se uma aliada do gestor, reduzindo o seu tempo de trabalho e permitindo que ele realize mais funções importantes para a escola num mesmo período de tempo.

O que você achou das dicas para otimizar o fluxo de caixa da sua escola? Tem mais alguma sugestão? Compartilhe nos comentários!

 

×