fbpx
EducaçãoTecnologia Escolar

Como fazer uma videoaula para seus alunos? Dicas para melhorar suas videoaulas e ensinar ao vivo.

Por 8 de setembro de 2020 Sem comentários
blank

Cada vez mais percebemos que uma transformação efetiva no ambiente educacional é possível com a modernização de ferramentas e de práticas educacionais. E dentre elas citamos a produção e disseminação de videoaulas aos alunos. 

A seguir, confira como promover um ensino atrativo e de qualidade para as crianças, favorecendo o processo de ensino-aprendizagem delas. 

O que é como funciona uma videoaula?

Há estratégias de ensino que promovem possibilidades inovadoras para uma prática pedagógica estimulante aos alunos e que garantem o bom aprendizado, como por exemplo, as videoaulas.

Numa videoaula o professor, por meio de um vídeo, transmite conteúdos didaticamente. E a partir desse recurso é possível incluir animações, gráficos, áudios, outros vídeos, etc. Portanto, não há como negar a sua grande utilidade no ensino remoto.

Vale ressaltar que uma premissa básica para criar uma videoaula é entender bem do tema abordado e planejar todo o conteúdo. Também deve-se definir início, meio e fim, que são tópicos de extrema importância, e usar de coerência ao expor o conteúdo proposto.

Um último ponto a ser considerado é que não há como produzir uma videoaula sem um equipamento adequado. Mesmo para aquele professor com ótima didática, se a qualidade audiovisual for baixa, os resultados ficam prejudicados.

Enfim, deve haver preocupação com a transmissão da mensagem com qualidade, pois isto estimula o aluno a assistir às aulas e com prazer. Logo, é preciso utilizar equipamentos apropriados para a captação de som e vídeo.

Na sequência, sugerimos algumas maneiras de aprimorar a produção de seu conteúdo educacional em videoaulas. 

Dicas para melhorar suas videoaulas e ensinar ao vivo. 

Confira agora algumas dicas essenciais para lhe ajudar na produção de sua videoaula: 

  • crie seu conteúdo a partir de pesquisas prévias; 
  • produza antecipadamente um roteiro e o siga durante a produção da videoaula; 
  • adeque sua linguagem, bem como o visual de seu vídeo a seus alunos; 
  • grave em um local silencioso e bem iluminado; 
  • componha um cenário divertido para seu ambiente de gravação; 
  • se possível, varie os locais da filmagem e os acessórios utilizados;
  • ao iniciar a videoaula resuma para os alunos o que será abordado;
  • fale com convicção e de forma fluente; 
  • seja objetivo na hora de passar o conteúdo, evitando vídeos extensos demais;
  • forneça materiais extras aos alunos, além do apresentado na videoaula. 

Além disso tudo, uma dica final: treine a apresentação antes de gravá-la, pois é mais uma maneira de garantir a produção de um conteúdo atrativo para seus alunos!

E o que são as aulas ao vivo? 

As aulas ao vivo são mais uma estratégia que permite que os conteúdos sejam compartilhados em tempo real. Aproxima mais os alunos e traz uma experiência mais completa pela interação entre o professor e todos os estudantes. 

Para oferecer uma aula ao vivo é necessário um computador com internet e uma câmera conectada. Já o educando deve dispor de um computador com acesso à Internet e um navegador como o Google Chrome ou o Firefox. 

Uma vantagem das aulas ao vivo é que não exigem várias tomadas e nem a edição do material final. Assim, consome-se menos tempo e dinheiro com a sua produção e disseminação.

Dicas para promover uma aula ao vivo com qualidade

Anteriormente foram apresentadas dicas para produzir e melhorar uma boa videoaula. Veja algumas dicas para fazer uma live streaming:

  • escolher um local adequado que promova sensação de conforto e acolhimento; 
  • utilizar vestimenta apropriada e manter postura adequada durante a apresentação;
  • adequar sua imagem e o conteúdo passado ao público de suas aulas; 
  • manter o contato visual com a criança é primordial; 
  • fazer uso de linguagem corporal e falar de forma fluente e natural; 
  • demonstrar confiança, entusiasmo e convicção ao expor o conteúdo. 

E, vale lembrar, que é importante escolher uma plataforma apropriada para o seu público-alvo. Existem várias plataformas e dentre elas citamos: Insta Live, YouTube, Facebook Live e Vimeo Live dentre outras.

Seguindo essas dicas é possível promover aulas ao vivo de qualidade e motivadoras aos estudantes, mantendo-os ativos em suas produções de conhecimento. 

A importância de continuar a educação remota de crianças.

Finalmente é necessário discutir o porquê de continuar a educação remota das crianças. 

Salientamos que esse processo de desenvolvimento e aprendizagem em modelo remoto de aulas é uma experiência que oportuniza as crianças a prosseguirem no seu aprendizado por meio das metodologias ativas.

Além disso, a manutenção das tarefas propostas possibilita maior conexão da escola com os alunos e seus familiares. 

Vídeos gravados, aulas ao vivo, grupos de whatsapp, estabelecimento de uma rotina diária, atividades complementares, sugestões de sites e plataformas de cunho pedagógico, tudo favorece a participação dos pais.

E, vale salientar que tudo deve ser pensado e planejado de acordo com a realidade das famílias. 

Ainda, é prioritário incentivar a participação ativa da criança através de interações entre os alunos e o professor. Assim, as capacidades motoras, cognitivas e sensitivas, por exemplo, continuam sendo trabalhadas e desenvolvidas pelos estudantes. 

Os sensos de autonomia e responsabilidade não se perdem em meio a uma nova realidade, pois a criança continua com o momento da aula, da tarefa, da brincadeira, entre outros.

Enfim, com a manutenção da educação remota são mantidas certas rotinas que contribuem para a base na formação da criança em fase escolar. É um outro espaço, mas as práticas são preservadas, assim como o propósito da escola. 

Gostou desse post? Não deixe de se inscrever na nossa newsletter e receber nossas novidades!