fbpx
Tecnologia Escolar

BNCC NA PRÁTICA: LEITURA PARA BEBÊS

Por 10 de janeiro de 2019 junho 10th, 2019 Sem comentários
BNCC na Prática: Leitura para Bebês

Que os livros são uma possibilidade de conhecermos um mundo mágico, diferente e que desperta a nossa criatividade já sabemos, certo?

Mas e será que o mesmo acontece com os bebês? Ler para eles produz algum benefício? Descubra a seguir!

 

A descoberta da magia dos livros

Apresentar a magia dos livros pode e deve ser iniciado nos primeiros anos de vida de uma criança.

Embora ela ainda não saiba ler, o adulto é o leitor e contador de histórias que estimula o bebê a escutar e a imaginar. Afinal, essas competências ele já possui.

Consequentemente, o seu desenvolvimento cognitivo é ampliado e, ao mesmo tempo, há um estreitamento dos laços afetivos entre quem lê e quem ouve a história.

 

Benefícios da leitura para bebês

Mostramos na sequência alguns dos benefícios obtidos com a leitura para os bebês:

  • promove o desenvolvimento da linguagem;
  • amplia capacidades como atenção e concentração;
  • leva a descoberta de novas palavras;
  • insere o bebê no mundo da representação;
  • enriquece o imaginário infantil;
  • aumenta a criatividade;
  • desperta o gosto pela leitura da própria criança no futuro;
  • propicia o contato com a cultura representada no livro;
  • estreita os laços afetivos entre os envolvidos na atividade.

E todos esses benefícios podem ser adquiridos de maneira simples, por meio de uma rotina de leitura diária tanto em casa como no ambiente escolar.

 

Como ler para os bebês

A leitura para os bebês é descomplicada e deve ser prazerosa tanto para o leitor quanto para a criança.

Além disso, precisa mostrar o quão fascinante é o mundo representado naquelas páginas.

A seguir indicamos estratégias para ler que mantém os bebês atentos e curiosos:

  • utilizar diversos gestos amplos e divertidos;
  • fazer expressões com o rosto, indicando emoções;
  • usar brinquedos para representar os personagens e objetos;
  • mudar o tom da voz e a forma de falar;
  • ter boa dicção e ler calmamente;
  • mostrar as imagens presentes no livros;
  • deixar o bebê tocar no material e manuseá-lo livremente.

E, finalmente, e bastante relevante, é que todos fiquem em um ambiente agradável, preparado para a prática da leitura.

Assim, desde cedo a criança associa sensações boas à ação de ler o que incentiva o gosto pela leitura.  

 

A escola e a leitura para bebês

Como a escola é um local de aprendizagem e estímulo de práticas variadas, a leitura precisa estar presente nesse ambiente, mesmo para as turmas dos maternais.

E os professores devem estar preparados para ler para seus alunos e compreender como funciona a relação dos bebês com os livros.  

A escolha pelo material a ser apresentado deve ocorrer previamente e estar de acordo com a faixa etária para a qual será feita a leitura.

Nesse processo, cabe ao professor decidir pela temática, bem como pelo livro que contenha imagens atrativas aos seus alunos.

E, ainda, saber qual o melhor momento, no qual os bebês estão mais calmos para escutar e observar.

Enfim, quando a escola faz da leitura um hábito na vida dos bebês, eles além de desenvolverem o gosto pela atividade, também querem praticá-la em outros momentos, fora da escola.

Assim, a instituição desempenha um importante papel de incentivadora,  mostrando o caminho.

Na sequência, os pais podem promover mais ainda a leitura realizando-a também no ambiente familiar.

E você, o que acha da leitura para bebês? Tem alguma dica para mantê-los atentos durante a atividade? Deixe seu comentário logo abaixo!

 

×