fbpx
Pais e Escola

AUTOCONHECIMENTO E AUTOCUIDADO NA PRÁTICA

Por 2 de setembro de 2019 Sem comentários

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) estabelece o Autoconhecimento e Autocuidado como uma das 10 competências a serem desenvolvidas sem sala de aula. Essa competência descreve o cuidado da saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e dos outros, com autocrítica e capacidade de lidar com elas. 

 

Trata-se do aprendizado que deve ser adquirido sobre cuidar de si mesmo, identificando pontos fortes e fracos, lidando com as emoções e mantendo a saúde física e o equilíbrio emocional. 

 

Como estimular o desenvolvimento dessa competência em sala de aula?

 

É necessário um trabalho planejado e sistêmico, estimulando o autoconhecimento e a valorização da autoestima dos alunos. Estar próximo dos alunos, sendo muitas vezes um apoio que os alunos necessitam nesse processo de autoconhecimento, fornecendo a informação solidificada que eles demandam para entender os processos de modificação que ocorrem em seus corpos físicos, bem como a valorização dos pontos positivos do indivíduo, em detrimento dos negativos. 

 

Propor desafios em sala de aula, uma vez que quanto mais complexos forem os desafios e os problemas, mais os alunos podem desenvolver a autoconfiança. Alunos com diferentes perfis podem, dessa forma, exercitar suas diferentes características pessoais. É papel do educador fomentar a coragem pra enfrentar as dificuldades e promover, em sala de aula, um ambiente seguro para que o aluno possa se manifestar e agir sem julgamentos, dentro dos conceitos de ética e direitos humanos. 

 

Humilhações e julgamentos devem ser terminantemente proibidos, pois isso poderá causar impacto negativo por toda a vida do aluno. A escola deve ser sempre a alternativa segura ao aluno, que ali deve encontrar um ambiente afável e sem preconceitos. De uma maneira simples, quanto mais o aluno conseguir superar as barreiras e dificuldades impostas por matemática, ciências, mais ele se sentirá seguro para superar as outras barreiras que a vida lhe impõe. 

 

Conclusão: A escola tem papel fundamental em fomentar a autoestima dos alunos e propor desafios para que ele cresça em um ambiente seguro, sempre com respeito às diferenças e aos direitos humanos. 

 

×