fbpx
EducaçãoTecnologia Escolar

Aulas online: por que devo começar? Posso aproveitar o plano tradicional no estilo EAD?

Por 4 de setembro de 2020 Sem comentários
blank

O ensino a distância sem dúvida democratiza o acesso à educação. Muitas Instituições de ensino já trabalhavam com plataformas e canais digitais. Porém, para as que ainda não estavam atuando com aulas online, a quarentena mudou o cenário educacional. 

No momento atual, professores têm a oportunidade de encarar esse desafio que traz, na verdade, novas competências relativas ao uso de ferramentas tecnológicas. Mas é necessário acelerar a ação prática a fim de minimizar algum prejuízo pedagógico.  

Confira a seguir porque você deve começar a trabalhar com aulas online e se é possível aproveitar o plano tradicional na modalidade EAD. 

Por que trabalhar com aulas online?

Sabemos que através do exemplo provocam-se transformações. O educar, consiste em transformar no sentido da criação de novas habilidades e competências. Ora, o mundo todo está em um processo de mudança. 

Educadores se abrem para novas práticas, novas atividades. E deles é exigido um trabalho diverso, ampliado e desafiador. Afinal, o sistema de ensino não pode parar e os estudantes não podem deixar de ter acesso a tudo que lhes é propiciado pela escola. 

Nesse sentido, a tecnologia deve ser encarada como uma ótima aliada, uma vez que o professor já tem o principal em suas mãos: o conteúdo. O que torna-se necessário é explorar outras formas de ensinar, ou seja, adaptar para evoluir. 

Devemos, entretanto, considerar que o processo de dar aulas pela internet é sim diferente. Mas há, sem dúvida, uma enorme vantagem em poder explorar diversas áreas de conhecimento, abrindo muitas possibilidades, o que deixa tudo mais divertido. 

Além disso, durante a adaptação para o ensino online, é preciso identificar quais são as maiores necessidades dos seus alunos e qual a melhor abordagem para suas aulas. Assim, produz-se um material de melhor qualidade e com uma linguagem mais adequada.

Deve-se lembrar também que o professor online proporciona tipos de interação diversificados conforme o canal de comunicação. Existe uma variedade de técnicas de ensino e linguagens. E é conveniente testar a que se encaixa ao seu objetivo e público.

Enfim, diante do novo contexto educacional que se estabelece, é ideal colocar-se no lugar dos alunos e trabalhar para ser um professor online admirado por eles, que garanta a manutenção de um aprendizado de qualidade e prazeroso. 

Aproveitar o plano das aulas tradicionais na modalidade EAD, é possível?

De fato, há uma diferença fundamental entre cursos tradicionais em salas de aula e o que é oferecido no modo online. Em ambas as modalidades há um propósito, que é educar.

Deve-se então, garantir este propósito através de todos os meios possíveis. 

A parceria entre professores e alunos, criando e adaptando práticas para o processo de aprendizado, se faz ainda mais essencial na modalidade EAD. Assim como o estímulo por meio de aulas dinâmicas e também momentos de reflexão que levem a um diferencial.

Ainda, é fundamental escutar os alunos e pais dos alunos para reelaborar o que seja preciso, numa comunicação aberta e sem receio de mudanças. 

Nesse processo, o educador deve fazer o seu melhor e o máximo que estiver ao seu alcance, utilizando conhecimentos adquiridos e adequando seus conteúdos para as aulas online, sempre procurando manter excelência nas suas orientações. 

Vale lembrar que, tradicionalmente em sala  presencial ou online, as aulas devem primar por qualidade e consistência nos conteúdos apresentados, bem como outros pontos como: 

  • interdisciplinaridade; 
  • adequação à realidade do aluno; 
  • uso de linguagem clara e objetiva; 
  • possibilidade de participação ativa do aluno no processo ensino-aprendizagem. 

Salientamos ainda que tanto no ambiente online  como na educação presencial, o professor é uma figura essencial para o aprendizado, pois é ele o responsável pelo preparo do material a ser utilizado durante as aulas e pela adequação deste aos alunos. 

Porém, embora no cenário virtual o educador cumpra as mesmas funções que o professor tradicional, as ferramentas utilizadas são outras e a forma de condução é diferente. Logo, o planejamento das aulas demanda certas adaptações. 

Adaptando os planos de aula para a modalidade online

Primeiramente, é preciso ter em mente que somente passar os materiais como apostilas, apresentações em Power Point, questionários, avaliações, etc. para o formato digital, não assegura qualidade e eficácia na criação de aulas online. 

Portanto, faz-se necessário um bom planejamento e adaptações na busca por resultado efetivo em termos de garantia de um material consistente e apropriado ao público que se deseja atingir. 

Para tanto, a primeira ação é identificar tarefas passíveis de serem repensadas e  transpostas  para o ambiente virtual. E aí, o material didático e o sistema de ensino podem ser ótimos aliados do professor para elaborar seu plano de aulas remotas.

Ressaltamos que a qualidade do aprendizado e potencial do conhecimento adquirido, assim como acontece na sala de aula, depende também do interesse e esforço do aluno. Mas um material bem elaborado que o estimule faz toda a diferença. 

Destacamos que a forma de apresentar um conteúdo e a informação que é passada pode ajudar ou atrapalhar o aluno em sua assimilação. 

Ademais, deve-se buscar promover uma educação à distância mais prazerosa e adequada a cada faixa etária abordada. Visando, assim, manter o processo de desenvolvimento das crianças conforme o esperado para cada estágio específico. 

Em resumo, não é eficiente e suficiente no cenário online a mera aplicação do que havia sido elaborado no início do ano letivo. É necessário adequar os planos de aulas para o novo contexto.

Quer receber mais conteúdos sobre educação? Assine nossa newsletter!